O motivo do atraso na reforma da Biblioteca (Ufac)

09/04/2014 por Gustavo Cardial 1 comentário »

No dia 9 de dezembro a Ufac notificou a empresa Real Construções Ltda acerca dos sucessivos atrasos na execução da reforma da Biblioteca Central, dando a ela a oportunidade de se manifestar sobre o atraso em 10 dias, tendo em conta a possível aplicação de sanções administrativas com base na lei.

Em resposta, que disponibilizo à comunidade acadêmica, a empresa esclarece os reais motivos do atraso.

Veja nos seguintes links.

Link: Parecer da Real Construções Ltda (parte 1)
Link: Parecer da Real Construções Ltda (parte 2)

Auto-proclamação

16/03/2014 por Gustavo Cardial 2 comentários »

Ontem ocorreu uma interessante (embora curta) troca de mensagens no grupo da Universidade Federal do Acre, no Facebook, a qual me limitarei a reproduzir aqui.

Tirem suas próprias conclusões.

Max Araújo, atual membro discente no Conselho Universitário, divulgou a notícia de que a Ufac adquiriu 250 datashows para equipar as salas de aula.

Em poucos minutos, seu irmão Maik Araújo comentou a publicação: “Sim, excelente… E foi uma de nossas reivindicações em uma reunião do DAVET com o reitoria da UFAC”.

O que se sucedeu, então, foi o esclarecedor comentário de Edvandro Reckziegel, Analista em TI da universidade:

Quando foi essa reunião, Maik? Porque eu como membro do Comitê Gestor de Tecnologia da Informação posso afirmar que esta ação está prevista no PDTI, elaborado no ano passado com a participação de representantes de todas as pró-reitorias, Adufac, Sintest, DCE, Campus Floresta, CAP, Reitoria, e mais alguns que não me recordo, e provavelmente quando vocês tiveram essa reunião esta ação já estava prevista no PDTI. Para aqueles que desconhecem o PDTI e qual é a sua finalidade, segue link dá página do CGTI.

Link: Comitê Gestor de TI (Ufac)

Vazamentos e segurança no armazenamento de senhas

23/02/2014 por Gustavo Cardial 7 comentários »

Postado originalmente em 27/06/2012

***

Aconteceu há umas semanas. Você provavelmente ouviu falar:

Vazamento do LinkedIn

Vazamentos como esse são mais comuns do que parecem, e em sites de todos os portes. Aliás, além do LinkedIn, os usuários dos sites Last.fm e eHarmony também tiveram suas senhas expostas recentemente.

A primeira coisa a se evitar, é claro, são os acessos não autorizados a um banco de dados. Mas uma vez que a invasão aconteça, estará tudo perdido? Em outras palavras, quando ocorre o vazamento duma base de dados, será inevitável que as senhas ali armazenadas sejam utilizadas por terceiros?

Felizmente, a resposta é não.

Tudo depende de implementarmos um armazenamento seguro de senhas. Este post é sobre isso.

» Leia mais: Vazamentos e segurança no armazenamento de senhas

Na Ufac, aulas de Educação Física em meio aos carros

21/02/2014 por Gustavo Cardial Putz, nenhum comentário. Comenta ai! »

Na Ufac, aulas de Educação Física acontecem em meio aos carros dos estacionamentos por falta de local adequado.

E serviços são realizados em horários que não só atrapalham o andamento das aulas, como também colocam alunos em risco. Hoje, por exemplo, uma aluna tomou um pequeno susto ao ser atingida por estilhaços de arame farpado.

Destaque para o vídeo protesto gravado por alunos, onde dão a palavra ao professor Mauro de Deus, que pode ser acessado no link abaixo.

Link: Manifestação do professor Mauro de Deus

Segundo a Ufac, 62 disciplinas sem professor

17/02/2014 por Gustavo Cardial Putz, nenhum comentário. Comenta ai! »

No dia 9 de janeiro a Universidade Federal do Acre respondeu à minha solicitação de informação referente à quantidade de disciplinas do semestre letivo 2013/02 que se encontram sem docente lotado.

Segundo o relatório que me foi encaminhado, sessenta e duas disciplinas da Ufac estavam sem professor ainda no mês passado.

Vale ressaltar que, além deste relatório, recebi também outro referente às disciplinas que cada professor ministra. E, como esperado, há professores ministrando menos aulas do que a lei determina.

Não fosse isto, o número de disciplinas sem professor seria menor, é claro.

Disponibilizo aqui o relatório onde constam as sessenta e duas disciplinas. Reitero que o documento me foi encaminhado pela própria universidade, sob o amparo da lei.

Quanto à lista de professores e disciplinas que ministram, disponibilizarei num próximo post.

Link: Ufac 2013/02 – Disciplinas sem professor

O que um filósofo setecentista diria sobre a Ufac

17/02/2014 por Gustavo Cardial Putz, nenhum comentário. Comenta ai! »

Edmund Burke foi um filósofo anglo-irlandês que viveu no século dezoito.

Num de seus escritos, A Letter to a Noble Lord, Burke escreveu o que se pode considerar uma avaliação perfeita da atual gestão da Universidade Federal do Acre, Inova Ufac:

“Inovar não é reformar.”

Ainda que escrito no contexto da revolução francesa, as sábias palavras do filósofo devem ecoar pelos corredores da instituição.

Centenas de livros furtados da biblioteca da Ufac

07/02/2014 por Gustavo Cardial Putz, nenhum comentário. Comenta ai! »

Em reportagem veiculada no dia 5 de fevereiro, a TV Gazeta mostra um dos resultados do crescimento desordenado a que a Universidade Federal do Acre tem sido submetida.

De um lado, um tanto de obras são realizadas – e nem sempre terminadas – para atender a comunidade acadêmica (e, é claro, a SBPC). De outro, uma biblioteca é abandonada com detectores anti-furto inativos há quase um ano.

Os repórteres Sidney Torres e Wesley Moraes mostram, com uma câmera escondida, como é simples furtar livros sem que os funcionários percebam.

E lançam um dado assustador: 25% dos volumes adquiridos na última compra já sumiram das prateleiras.

Se a referida compra for aquela divulgada pela universidade no primeiro semestre de 2013, o prejuízo advindo dos furtos pode figurar em torno de R$70 mil.

Entrevistado, o reitor Minoru Kinpara reconhece o problema e afirma desconhecer o quantitativo de livros furtados.

Assista à reportagem

E as reuniões?

05/02/2014 por Gustavo Cardial Putz, nenhum comentário. Comenta ai! »

Sobre os Conselhos da universidade, o artigo 41 do Regimento Geral da Ufac dispõe:

O plenário do conselho reunir-se-á, ordinariamente, uma vez por mês e, extraordinariamente, sempre que convocado por seu presidente ou a requerimento por dois terços dos seus membros.

A última reunião do Colegiado do curso de Sistemas de Informação foi no dia 5 de dezembro de 2013 – há exatos dois meses.

Enquanto isso, o processo 23107.020840/2013-29, que abri em 19 de novembro e de cuja resposta depende a maximização da participação discente no colegiado, continua sem resposta.

Atualização às 11h45min

O professor Antonio Pontes Junior observou que, regimentalmente e ao contrário do que muitos pensam, Colegiados de curso não são Conselhos – mas Instâncias Colegiadas.

Desta forma, o artigo 41 não se aplica.

Ao ser indagado se não há um quantitativo mínimo de reuniões dos Colegiados de curso, o professor menciona que infelizmente não – mas que, ainda assim, os Colegiados devem cumprir seus objetivos regimentais.

Dentre eles, o mais básico:

Art. 67. O Colegiado de Curso é o órgão de gestão e deliberação do curso.

Ufac, ame-a ou deixe-a

02/02/2014 por Gustavo Cardial Putz, nenhum comentário. Comenta ai! »

O seguinte texto foi publicado no Facebook por Débora Santos, junto duma bela foto da Ufac.

O post foi curtido por membros da atual administração da Universidade Federal do Acre e pelo próprio reitor da instituição, Minoru Martins Kinpara.

“Ufac é um lugar lindo e [a] quem diz o contrário eu só digo que a porta da rua é a serventia da casa, tá (sic) achando ruim então largue a Ufac, vá pra outro lugar q (sic) ache melhor e deixe a vaga para outros q (sic) aproveitarão e vão valorizar a Ufac.”

Entristece ver professores, reitoria e administração aplaudindo manifestações como essa. Por sorte a universidade é uma instituição pública – do contrário, começariam a expulsar os insatisfeitos.

Vocação

29/01/2014 por Gustavo Cardial Putz, nenhum comentário. Comenta ai! »

Destaque à declaração do professor Carlos Estevão, da Universidade Federal do Acre.

“É esse tipo de ser humano que admiro. Fiquei sabendo que meu amigo e colega de trabalho professor Dr. Pedroso, lá da Ufac, se aposentou. E imediatamente solicitou continuar na docência, mas sem remuneração.”

Luis Eduardo Pedroso, ou simplesmente Pedroso, é docente da área de Física.